Placas de PVC: Materiais de Sinalização

Com a pandemia, aumentou o volume de busca por materiais de sinalização como placas de PVC para empresas. Além de tudo o que precisa ser avisado, temos agora as regras de isolamento e distanciamento social que, praticamente, viraram regra em diversos estabelecimentos. São placas lembrando as pessoas da importância de manter distância, para usar álcool em gel e demais orientações atuais.

placas de pvc

Independente desta tendência, todas as empresas precisam investir em placas de sinalização para o dia a dia. É, seguramente, a melhor forma de sinalizar seus funcionários e clientes do que pode ou não fazer nas dependências do seu negócio.

Quais são os modelos de Placas de Sinalização disponíveis?

As mais recomendadas são as seguintes:

  • Placa de Sinalização Grande em PVC Branco 0,5mm Cristal, no tamanho 45x30cm e recebe uma incrível cobertura de Verniz Total Frente e Verso;
  • Placa de sinalização Média em PVC Branco 0,5mm Cristal, no tamanho 21,9×29,4cm e cobertura de Verniz Total Frente e Verso;
  • Placa de sinalização Pequena em PVC Branco 0,5mm Cristal, no tamanho 21,9×14,4cm e cobertura de Verniz Total Frente e Verso e
  • Placa de sinalização Larga em PVC Branco 0,5mm Cristal, no tamanho 44,4×14,4cm e cobertura de Verniz Total Frente e Verso.

Vale lembrar que as gráficas já possuem gabaritos para estes e outros modelos para ajudar na montagem do arquivo, com margens de segurança, corte e sangria para a arte seguir os padrões e criar uma sinalização que todos compreendam.

Aplicações de materiais impressos de sinalização

Além dos alertas sobre COVID-19, historicamente esses materiais impressos para sinalização nasceram para ajudar na localização de produtos, indicação de ambientes/setores e demonstrativo do que fazer em caso de emergência. Precisa ser visível para alertar seus funcionários e clientes do que fazer e para onde seguir.

Uma loja de departamentos, por exemplo, que tenha diversos andares, pode espalhar esses avisos para indicar onde estão todos os seus departamentos . As artes precisam ser claras para garantir boa comunicação e evitar que clientes (e funcionários) se percam ou não saibam para onde se direcionarem.

As Placas de Sinalização são materiais gráficos amplamente utilizados por empresas de todos os portes, instituições de ensino, shoppings, igrejas, museus, estacionamentos e qualquer outro local para informar o público sobre produtos, serviços ou qualquer outra mensagem relevante, como banheiros, localização de caixas preferenciais, provadores de roupas, setor de trocas e até mesmo alertas de restrições, como “Entrada Proibida” e “Proibido Estacionar”.

O design das placas de sinalização

Todas as placas, adesivos e demais elementos da sinalização devem ser encaradas como ferramentas que transmitem informações essenciais para quem estiver no interior das lojas. Para deixara mensagem bem visível e sem nenhuma dúvida, esse material precisa ser desenvolvido obedecendo com precisão, a identidade visual do estabelecimento. Espaços diferentes com a mesma identidade: cuide deste detalhe para não causar estranhamento para quem estiver diante a sinalização.

Lembre-se que no caso das placas que compõem o design de sinalização, a função não é decorativa, mas in formativa. Escada rolante e elevadores, por exemplo, é fundamental ter placas orientando as pessoas a tomarem cuidados assim que usufruírem deste meio de locomoção interno, pedindo para o visitante ou funcionário tomar cuidado com a ausência do elevador ao abrir a porta e, para as escadas rolantes, o famoso aviso de evitar se apoiar no corrimão ou deixar crianças sozinhas.

Esses avisos servem também para locais que apesentem risco na aproximação, como no caso de geradores de energia ou pontos que gerem uma considerável quantidade de calor. Deixe claro quais são os riscos (choque elétrico, queimaduras, etc) na mensagem.

Obedeça às cores conforme as normas cromáticas. Amarelo é cuidado, vermelho é perigo, verde é área livre, por exemplo. Esta identificação por cores ajudam a transmitir a ideia do aviso. Lembre-se que essas placas devem prevenir com informações sobre acidentes.

Normas e padrões das placas

Um detalhe que todas as empresas deveriam conhecer: Seu negócio não está autorizado a determinar os padrões, cores ou formatos de suas placas de sinalização. Existem padrões nacionais que precisam ser seguidos de acordo com regras internacionais universais.

Isso acontece para que clientes e funcionários estrangeiros possam saber o que a placa quer transmitir. É mais fácil um alemão de passagem no Brasil interpretar a mensagem do que ficar perguntando o que está escrito o tempo todo. Esses padrões de cores fazem parte da norma NR-26.

Os regulamentos de modelos para variados elementos visuais de segurança a serem incluídos nas placas faz parte da NBR 7195.

Minha empresa precisa seguir essas normas?

Exatamente! E não adianta tentar escapar. É obrigatório para qualquer espécie de organização, porém é mais comum para o setor industrial ou qualquer negócio que tenha uma atividade com maior risco para quem está dentro – seja trabalhando ou de passagem.

Mesmo em um escritório empresarial, a sinalização precisa estar presente. O ambiente, meso que não tenha maquinários me equipamentos perigosos, possui locais com risco de choques elétricos ou quedas. Peça ao seu design que crie sinalização adequada, claro, seguindo todas as normas.

E quais são essas normas?

No Brasil temos a NR-26 e a NBR 7195 – já citadas, mas vamos dar uma aprofundada no assunto destas normas que determinam quais nas regras para placas contendo design de sinalização!

Norma NR-26: Criada em 1978 – com a última atualização em 2015 – temos aqui as regras de ouro que definem cores para cada ambiente profissional. Vale lembrar também que estar NR serve para sinalização de rótulos de produtos que fazem parte do cotidiano dos funcionários.

A NR é obrigação básica para a boa aplicação do design de sinalização internacional – por isso que extintores e espaços de mangueiras contra incêndios precisam ser feitos em metal e sempre com vermelho. É totalmente proibido e incorreto o uso de cores similares para tubos com elementos químicos em uma fábrica ou com água potável. A norma também indica padrão para rotulagem com material sinalizador, pictograma e formatos de elementos sinalizadores.

Significado das cores básicas da sinalização

A NBR 7195 foi criada para o padrão de cores. O profissional de design sabe exatamente como proceder, mas vamos explicar o que as cores querem dizer;

  • Vermelho: A cor mais famosa e que todos identificam imediatamente. com proteção e combate aos incêndios e alertas gerais, como paradas obrigatórias;
  • Laranja: É a cor do perigo que deve ser aplicada nas partes móveis dos equipamentos;
  • Amarelo: Significa atenção, cuidado. Serve para despertar atenção exigindo atenção total do funcionário durante as atividades;
  • Verde: A cor da segurança para caixa de primeiros socorros. Também é suada para sinalizar que uma área está livre para seguir, ou seja, não é área restrita;
  • Azul: A cor que avisa sobre ações obrigatórias. Deve se aplicada para EPI (Equipamento de Proteção Individual) dos colaboradores e visitantes de fábricas;
  • Púrpura: A cor, por mais bonita que seja, deve ser aplicada para alertar riscos de contaminação nuclear e irradiações eletromagnéticas;
  • Branco: O branco deve ser usado para comunica circulação das pessoas em locais de travessia, pontes e passarelas;
  • Preto: A cor que indica espaços de coleta de material residual que não sejam da área de saúde ou hospitalar.

E a OHSAS 18001?

A OHSAS 18001 é uma norma exclusiva para certificar sistemas gestores de saúde e segurança no trabalho. Ou seja, se o seu negócio for desta área, vale ficar atento com as regras!

A OHSAS 18001 inclui todas as regras para sinalizar a segurança em diversas operações de maneira mais ampla de tudo oque foi citado nesta matéria. O designer deve seguir à risca e com o máximo de atenção
desde o início do projeto arquitetônico.

Optar pela OHSAS 18001 significa criar melhores condições de trabalho dentro da sua empresa no quesito organização e Identificação de perigos – além de criar uma definição de controles para gerenciamento.

Traz redução de acidentes e doenças de trabalho, ajudando a reduzir custos e inatividade. A norma também traz engajamento e motivação para funcionários com condições de trabalho melhores e mais seguras, além de ser uma demonstração de conformidade para clientes e fornecedores.

Canecas Personalizadas: um brinde para esta excelente opção de… brinde!

No universo dos brindes personalizados, as canecas fazem sucesso por serem uma ótima opção em qualquer ocasião. As canecas são brindes super buscados pela sua utilidade, seu charme e pela sua capacidade de ser um presente que sempre será utilizado. Café, chás e chocolate-quente sempre estão presentes nas casas e escritórios do Brasil, então as canecas estarão em uso ao longo do dia por vários motivos…

Quantas vezes você chega em casa e prepara um bom chá ou café na caneca? Por isso que caneca personalizada, com a sua marca, passa a ser uma propaganda constante, quase que uma extensão da sua empresa.

Caneca como brinde corporativo

caneca

Além do mimo aos clientes ou funcionários, as canecas personalizadas fazem o trabalho de registrar sua marca na mente de todos, independente do negócio. Se analisarmos do ponto de vista financeiro, existem empresas que não têm muito capital para criar estratégias de divulgação mais convencionais, como as propagandas impressas ou banners em sites. A caneca personalizada, como brinde, ajuda a preencher esta lacuna.

São baratas e fáceis de fazer, o que faz das canecas um excelente presente para clientes. Assim que o cliente faz a aquisição de um serviço ou produto oferecido pela sua empresa, ele pode ganhar a caneca personalizada como brinde. Vai gerar sensação de alegria e de gratidão com seu negócio.

Fidelização de clientes

Depois que se investe em canecas personalizadas, a fidelização é garantida. O cliente vai passar a ter uma relação mais íntima com o seu negócio e as chances dele voltar a te procurar são enormes.

Mais gente chegando

A consequência da fidelização é a chegada de novos clientes. Quem recebeu a caneca tem mais chances de lembrar seu nome e recomendar para terceiros – aliás, outras pessoas podem ficar curiosas ao ver a caneca personalizada ao ponto de desejarem. Estamos falando de amigos, familiares e conhecidos do seu cliente, incentivando-os a visitar o seu negócio.

Deixa a marca visível 100% do tempo

Caneca com a marca do seu negócio que fica na mão de cliente é uma estratégia que alavanca sua marca para diversos lugares, 100% do tempo. Diversas pessoas passarão a conhecê-la e relacioná-la com o seu negócio – efeito parecido com o que acontece com calendários de parede e de mesa. A sua marca está ali, sendo usada o dia todo e servindo como outdoor ambulante.

Quais são os modelos de canecas personalizadas do mercado?

Existem diversos modelos de canecas que podem servir para a divulgação da sua marca. Vamos exemplificar quais são os modelos mais buscados para canecas personalizadas e afins:

Caneca de porcelana

Disparada a caneca mais popular do mercado. A porcelana é um material com grande durabilidade, com superfície aderente à personalização e que suporta qualquer situação – desde micro-ondas até várias lavagens.

Canecas de Plástico

O modelo mais barato, mas nem menos importante. É ideal para quem não tem muito dinheiro para investir. Dá para personalizar, sem sombra de dúvidas…

Canecas térmicas

São aquelas de inox, um modelo ideal para quem está disposto a passar uma imagem mais moderna aos seus clientes. O investimento vai ser maior, mas vale a pena por ser mais resistente e com mais funcionalidades que a demais.

Caneca de cerâmica com desenho mágico

Sabe aquelas canecas que mudam de cor ou que aparecem logo de uma empresa assim que entra em contato com algum líquido quente? Então, essa caneca pode ser personalizada também. Se você quer impressionar para valer, esta caneca é a que mais chama a atenção

Canecas no dia a dia

Como que as canecas personalizadas trazem um novo ânimo no dia dia? Vamos descobrir agora!

Escritório personalizado

Com a proibição de canudos e sacolinhas de plástico, assim como os copos de plásticos descartáveis, as canecas passaram a ser uma solução ecológica, ajudando na diminuição da poluição.

Que tal presentear seus funcionários com canecas de porcelana customizadas com a logo da empresa ou com ilustrações de cada pessoa? Ou então com o nome?  Use a criatividade e tenha um escritório com um pezinho a mais na ecologia.

Festas e eventos

Nas festas e eventos corporativos, as canecas podem ser marcantes. Festa de fim de ano, por exemplo, com mensagens especiais, e aniversário da empresa, m presente para quem fizer um treinamento e por aí vai.
Saindo do ambiente corporativo, as canecas personalizadas podem ser usadas para aniversários, chá de panela, casamentos e outras festas marcantes.

Datas especiais em família como Dia dos Pais, das Mães, Natal, Pascoa… não interessa a data! As canecas personalizadas são excelentes para marcar uma data festiva especial… A vantagem de poder ser feita em unidades, sem mínimo, facilitar esse presente tão especial para uma única pessoa.

Pode ser com mensagens, foto da pessoa que será presenteada ou mesmo um desenho bem bacana! Vai entrar em cena sua imaginação.

Ganhar dinheiro direto com canecas personalizadas

acabamentos

Réveillon ou qualquer outro evento pontual pode ser lucrativo. Que tal criar canecas com mensagens interessantes e revender nesses dias especiais? Dá para ganhar dinheiro com as vendas online, também.

As canecas personalizadas podem compor cestas de café da manhã, por exemplo, coma sua marca ou o nome da pessoa homenageada.

Lembre-se de que as empresas compram lembrancinhas para oferecer aos seus colaboradores no final do ano, então é possível criar kits especiais personalizados e oferecer para o mundo corporativo.

Uma caneca personalizada de páscoa pode vir acompanhada de chocolate dentro e o nome de uma escola particular, por exemplo. Olha que ideia!

Como mandar a arte?

Precisa ser uma imagem em alta definição, pode ser em PDF ou qualquer outro formato. A equipe da gráfica vai adaptar a arte para a caneca, que pode ser colorida também, e mandar fazer a quantidade desejada. É simples, na verdade, e uma caneca leva em torno de uma semana para ficar pronta – portanto, programe-se!

Qual é a papelaria ideal para médicos, profissionais de saúde, clínicas, hospitais e consultórios

Mesmo com diversos dispositivos capazes de armazenar dados e informações – o que reduziu significativamente os espaços nos consultórios – existem materiais impressos que ainda são indispensáveis no cotidiano dos consultórios médicos e que são aliados nas consultas de dentistas e outros profissionais de saúde.

A papelaria para médicos melhora estratégias de marketing de consultórios com a identidade do consultório ou hospital em impressos indispensáveis. Isso sem contar os receituários personalizados, cartões de visita, cartão de retorno, envelopes e pastas. É a boa imagem da clínica ou consultório que está em jogo.

Quando médicos e profissionais investem em materiais gráficos de bom gosto, com alta qualidade e acabamento impecável, conseguem transmitir profissionalismo e conquistar a credibilidade de seus pacientes. Se não for assim, vai passar uma má imagem – até mesmo de desorganização.
Investir nesse tipo de material mostra profissionalismo e qualidade do trabalho prestado. Para te ajudar a entender como está papelaria vai ajudar seu consultório, separamos algumas dicas de papelaria que fazem a diferença para formar esta identidade.

Blocos de receituários

Este é um documento de uso constante cuja importância é, por muitas oportunidades, acaba menosprezada por diversos profissionais de saúde. Receitas médicas impressas no próprio consultório ou clínica não possuem a mesma qualidade – sem contar que a tinta pode acabar – portanto é importante ter qualidade gráfica para transmitir uma imagem de credibilidade do estabelecimento. Lembre-se que a primeira impressão é a que fica e faz diferença investir em materiais gráficos de bom gosto. Quem não prefere, e se sente mais seguro, sendo atendido por um profissional cuidadoso?

Existem dois tipos básicos:

– os blocos com 50 folhas em formato 14 x 20 cm — ideais para receitas escritas à mão;

– os receituários para impressora — pacotes com 100 unidades em formato 14,8 x 20 com folhas soltas.

A boa imagem começa com o receituário!

Cartões de visita

Vale para qualquer profissional, mas para médicos é um material indispensável para a apresentação. É uma maneira eficaz de prospectar novos pacientes, de ser lembrado por pacientes mais antigos e divulgar seu nome ou da sua clínica.

Uma dica bacana é seguir os padrões de identidade visual do estabelecimento e apresentar informações relevantes – nome completo, número de registro, especialidade na qual está formalmente habilitado, endereço, número de telefone e e-mail para contato e Website.
Seus pacientes costumam faltar às consultas? Vale deixar o verso do seu cartão para lembrá-los sobre a data e a hora do próximo encontro, como um lembrete.

Envelopes

Além de servir para guardar chapas de raio-x e resultados de exames (envelopes maiores) ou como correspondência, vale para divulgação da clínica ou do consultório.

Pastas com bolso e sacolas

São materiais bem úteis. Já viu aquelas pastas com bolso e sacolas, que possibilitam que seus pacientes carreguem exames e documentos com comodidade, sem que estes papéis amassem, molhem ou sofram qualquer tipo de desgaste? Estas pastas demonstram zelo e profissionalismo – e o seu paciente vai ter a sua marca constantemente em casa, pois dificilmente essas pastas serão descartadas.

E tem mais uma: Essas pastas também podem ser utilizadas em palestras, congressos, feiras e demais eventos a fim de divulgar a marca da clínica ou consultório, prospectando parcerias e novos clientes. Vale investir!

CD, DVD e capas protetoras

Tem médicos que possuem o hábito de gravar exames médicos para posterior análise de imagens e áudios. Isso porque o armazenamento digital é mais seguro e possibilita melhor visualização das imagens, que podem ser ampliadas no próprio computador.

Mas quando se grava, seria interessante guardar em uma caixinha bonitinha, organizada, com a marca do consultório ou do hospital – e uma capa de CD ou DVD impressa passa esse profissionalismo.
Até mesmo para entregar estas mídias para seus pacientes em uma capa padronizada é um diferencial que fortalece a sua marca entre os seus pacientes e outros profissionais da saúde.

Agendas

Sabemos que os smartphones armazenam toda a agenda telefônica dos profissionais de saúde para lembrá-los de compromissos diários. Mas vamos combinar que uma agenda tem suas vantagens.

Pense no caso de perda, esquecimento ou problemas técnicos do celular. Pode ser que nem todas as informações sejam recuperadas e é aí que a boa e velha agenda entra em cena. Mantenha uma agenda física com todos os seus contatos e compromissos através de uma agenda personalizada, de acordo com as suas necessidades.

E você ainda pode dar de presente aos seus pacientes especiais com um artigo de grande utilidade e assim será lembrado por eles durante todo o ano. Boa estratégia de marketing, não é?

Fichários para arquivo de prontuários

Tem médicos que ainda são adeptos aos fichários de papel, como prevenção para guardar os prontuários de seus pacientes. Sendo assim, vale ter fichários padronizados, que facilitam a organização e economiza tempo quando precisar encontrar alguma informação.

Dá para escolher diversos modelos, mas o ideal é ter capas resistentes e prendedores que suportem o peso dos papéis.

Papel timbrado

Ideal para redigir documentos, fazer orçamentos e contratos de parceria com outras instituições, como planos de saúde. Por ser mais formal, precisa ter uma padronização como nome da empresa ou profissional, logotipo e contato devem constar no papel timbrado.

Vale mandar fazer em papel offset 90g, no formato A4 (21 X 29,7). Sobre a escolha das fontes, cores e acabamento, quem decide isso é a identidade visual própria do consultório ou da clínica.

Atestado médico

O atestado médico é um documento oficial que comprova que um trabalhador esteve no médico ou está impedido de fazer determinada atividade por motivo de saúde. Na papelaria médica, o atestado médico precisa ser oficial e personalizado, para dar a credibilidade que o paciente necessita para se justificar no seu trabalho.
O atestado médico respalda essa situação, fazendo com que ele não tenha nenhum tipo de falta ou desconto no final do mês. Vale dar atenção ao atestado médico, fazer um bloco com a identidade do consultório ou da clínica. Vai ficar bonito.

Agendamento de retorno ou reconsulta

Outro item da papelaria que é bem comum para o universo médico são os papéis de agendamento de retorno de consulta – ou consulta. São fundamentais para lembrar o seu paciente de quando ele precisa fazer uma nova consulta, ideal para dentistas, por exemplo. Novamente ressaltando, o “documento” precisa ter bem clara identidade do consultório ou clínica, com endereço, contatos e espaço para colocar a data da nova consulta.

Papelaria extra consultório

A melhor maneira de divulgar seu consultório, clínica ou hospital é através do flyer, ou panfleto. São matérias exclusivamente de publicidade direta que servem para que qualquer pessoa receba a mensagem nas ruas ou peguem em algum ponto de distribuição estratégico, como bancas de revistas e balcões de lojas.

O flyer é ideal para impactar pessoas nas ruas quando se quer divulgar, de maneira mais simples e direta, os serviços médicos para quem está passando pela rua.

O flyer é prático para carregar, fazendo com que um percentual das pessoas que pegam o material guardem na bolsa ou na carteira.

Lembre -se de que um flyer bem feito precisaria ter, além do que que deseja ser divulgado (lanamento, promoção, etc) algumas informações relevantes:

– Marca
– Assinatura de Marca
– Endereço completo
– Telefones de contato
– Endereço do site
– E-mail de contato
– Whatsapp de contato
– Mapa esquemático de localização

Qual é o tamanho ideal do flyer?

Não há um tamanho padrão para impressão, mas os flyers que estão no mercado seguem alguns padrões de tamanho pensados para um melhor aproveitamento de papel.

Os tamanhos mais comuns são:
10x15cm , 8x16cm e 10x16cm
Muito comuns para estabelecimentos de pequenos porte como restaurantes, buffets, salões de beleza, santinhos eleitorais, borracharias, serviços de dentistas, padarias e pet shops. Normalmente tem apenas um lado impresso com duas cores (2×0) e são feitos em um papel couché brilhante ou sulfite fino (no máximo 90g/m2).

15x21cm, 9x19cm, 13x19cm, 17×20
Flyers de clínicas de beleza e estética, empresas de instalação de pisos, redes de proteção, persianas e lojas de artigos de decoração adoram este formato, pois permitem colocar mais informações. Já tem os dois lados impressos com quatro cores (4×4) e são feitos em papel couché brilhante ou fosco (de 90g a 150g/m2).

21x31cm, 13x30cm, 18x22cm, 19x23cm, 19×21
Estamos falando de flyers usados por empresas do segmento industrial para eventos, criados para apresentar algum lançamento ou produto específico e encartar as famosas pastas com propostas de negócios. Tem foco promocional em uma panfletagem em grande escala e também têm impressão em cores em ambos os lados (4×4) e precisam ser em papel de maior gramatura para ficarem mais firmes. Normalmente em papel couche fosco de 150g a 200gm/2.

Lembre-se de usar menos texto e impactar com as palavras, então foque nos conceitos que agregam valor à sua mensagem. Textos longos não serão lidos – e se o forem, a retenção da informação não será eficaz pelo volume de dados.

Crie uma linha lógica no folder de acordo com o tamanho de cada elemento e seus espaços ocupados. Um título ou frase de efeito convida a pessoa para conferir as informações mais descritivas ou levar até o seu estabelecimento.

Inclua um QR CODE para ampliar o seu flyer- todo mundo tem Smartphones, portanto podem acessar o seu site somente com a câmera do celular.

Detalhe final: Escolha muito bem o que vai ser incluído na parte traseira do flyer. Normalmente é ali que estão os dados de contato, mapas de acesso para o seu endereço, suas redes sociais e por aí vai.

Quais são os papéis mais usados em um folder?

O flyer geralmente usa quatro papéis e vamos listar quais são eles:

Supremo
Este material é resistente, com gramaturas elevadas, muito usado para folders em que há uma necessidade de passar uma ideia de solidez ao negócio.
É possível criar um folder com capa neste papel e miolo em outro material.

Couché
Este é o papel mais usado. É resistente, liso e com bom acabamento – seja na opção fosco ou brilhante.

Reciclato
Não é papel reciclado! Algumas empresas criaram um papel que imita a aparência do papel reciclado, bem mais em conta, nas cores pardas e em tons de areia. Atente-se que a superfície não é branca e pode mudar as cores que serão utilizadas.

Artesanal
Ideal para projetos especiais que precisem de um acabamento diferenciado, principalmente indicados empresas que queiram passar a ideia de que trabalham com produtos naturais ou artesanais.

Mais do que ficar atento com o papel, a gramatura é fundamental. Quanto maior for a gramatura, mais resistente será o seu flyer. Este número nada mais é do que a representação de uma medida em gramas por metro quadrado (g/m²) para o papel. Esta gramatura se refere ao peso do papel por sua área, em uma medida parecida com a densidade.

Quanto maior a gramatura, maior será o peso e a grossura do papel – e quanto menor a gramatura, mais fino será o seu flyer.

Vamos ver mais de perto estas gramaturas:

Entre 90g e 115g
Esta faixa de gramatura é muito usada para imprimir livros, jornais, papéis sulfite, folhas de caderno e outros papéis de uso cotidiano. São também usados para envelopes mais simples e documentos que precisam ser impressos em papel timbrado. Dependendo do seu objetivo, pode ser uma boa opção para um flyer.

115g
Esta é a gramatura mais popular. É a mesma que se usa para fazer um cartaz simples ou qualquer material criado para entregar nas ruas – por isso que a escolha do flyer sempre acaba indo para esta gramatura. O papel 115g é ideal para criar um panfleto barato e é perfeito para quem quer fazer uma grande quantidade de material para entrega e não quer gastar dinheiro em um papel excessivamente fino e que certamente vai se romper pela pouca resistência.

150g
Ideal para ter um flyer com um pouco mais de qualidade, com uma boa impressão. A gramatura é uma das mais indicadas e se parece muito com o material usado para capas de revistas. Tem boa aderência com a tinta da impressão fazendo com que imagens e textos não borrem facilmente no papel.

Entre 250 a 300g
Não é indicado, mas tem quem o faça. O flyer nesta gramatura terá a aparência de um cartão de visitas gigante ou de um postal. Não é barato fazer e só vai valer a pena se seu objetivo seja criar um folder altamente resistente.

No caso do papel couchê, que é um dos mais populares, as gramaturas são as seguintes: 80g, 90g, 120g, 150g, 170g Fosco, 250g e 300g.

As gráficas e as opções de brindes Natal 2021

Chegamos na época do ano mais esperada pelo comércio varejista e de quem possui algum negócio em geral: O Natal. Tradicionalmente é no final do ano que o faturamento desses segmentos pode chegar em altos níveis, com muitas vendas em decorrência das festividades, confraternizações e, claro, pelo décimo-terceiro salário na conta das pessoas.

Mas vamos combinar que o sucesso de faturamento vai depender diretamente da preparação das empresas para atenderem justamente essas expectativas dos consumidores no Natal – e, é aí que os brindes gráficos entram em ação como parte do planejamento.


Agrada todo mundo, são relativamente fáceis de serem produzidos e ainda deixam uma boa imagem do negócio para os consumidores. Muitos podem optar por canetas ou outros brindes – que são interessantes, realmente, porém nada substitui um brinde exclusivo e que, em muitos casos, será utilizado durante todo o ano que vem para anotações ou simplesmente pendurar em algum lugar.

Um brinde de Natal não precisa ser, necessariamente, alusivo à data, mas é impactante o suficiente para fixar a sua marca até o próximo fim de ano além de ser um agrado para os clientes.

Estamos falando de exposição constante de uma marca que consegue mexer com o sentimental.

O que dar para seus clientes de brinde?

Pode ser difícil para uma empresa encontrar brindes para seus clientes, por isso separamos algumas ideias que podem ser oferecidos para que empresários do segmento de varejo possam entregar aos seus clientes e que ajudarão a aumentar vendas durante o mês do Natal!

Caixinha de presente
Podem ser produzidas no papel couché brilho com gramatura de 275g. Uma caixinha de Natal é interessante para diversas empresas e negócios. pode ser utilizada para guardar vários produtos diferentes, como doces, bombons, pequenos presentes e lembrancinhas de menor porte.

Mobile de Natal
Uma ideia bem interessante é criar móbile de Natal, que pode ser produzido por impressão digital no PVC Branco com gramatura de 30g, por exemplo. para quem ainda não associou o nome ao produto, estamos falando de enfeites que podem ser pendurados em qualquer lugar, com motivos natalinos, ou ser usado até mesmo para enfeitar uma árvore de Natal.

Este material é muito interessante para transmitir diversas informações,  promoções, descontos ou até apresentar novos produtos e/ou serviços dos seus clientes. Os móbiles são baratos e podem ser encarados como excelentes para quem procura relação custo-benefício.

Postais de Natal
Em tempos de mensagens virtuais, os cartões de Natal passam a ideia de que alguém está penando realmente nelas. Se antigamente eram comuns (com famílias e amigos trocando cartões no dia do Natal) agora este produto se tornou diferencial, praticamente um mimo  exclusivo.  Os postais podem ser confeccionados em diversos tipos de papéis como couché, metalizado, reciclato e supremo e nas cores 4×0, 4×1 e 4×4. Esse é um produto saudosista que desperta sentimentos natalinos de compaixão e agradecimento. Quase que todos os cartões de Natal possuem mensagens e imagens interessantes, bonitas e que agradam qualquer pessoa – além de poderem ser distribuídos com outros brindes e presentes de final de ano.

Etiquetas de Natal
As etiquetas de Natal são feitas em adesivos de papel –  excelentes para lembrar consumidores sobre o Natal. São bonitos e podem ser usados para identificação de produtos, para campanhas promocionais e até como selos para envelopes. São baratos na maioria das vezes e o mais indicado é fazer na gramatura 120g, 4×0 cores – e dependendo da gráfica, há diferentes  opções de  acabamento. Lembre-se de que as etiquetas adesivas são materiais de fácil aplicação, ideais para a personalização de qualquer marca em vários tamanhos.

Devo dar o brinde para todos os clientes ou só alguns deles?


Vai depender do que você está querendo fazer. Pense em eventos como forma de estratégia. – é uma forma eficiente de passar a mensagem. Considere que um evento possui um grande público – seja ele esportivo, por exemplo, para dar uma tabela de campeonato.

Um bloco com lápis é ótimo para cursos e workshops. Cada evento pode ter um brinde diferente, basta olhar com atenção, verificar quanto você pode gastar e soltar a criatividade. Para eventos que viabilizem maiores investimentos, os brindes podem ser mais finos e caros, e para eventos de menor investimento, os brindes tendem a ser mais populares e baratos. Vai de acordo com a sua necessidade e viabilidade.

Nunca esqueça de dar aos brindes a sua cara, sua logo e, caso seja necessário, de  dos patrocinadores. É uma forma de lembrar as pessoas todas as vez que olharem o brinde, com uma associação positiva com a sua marca.

Os brindes também podem ser entregues em qualquer momento, depende da sua estratégia. Uma empresa pode fazer brindes pequenos, como blocos de nota, por exemplo, para que sejam entregues aos visitantes com potencial de se tornarem clientes. E tem os brindes mais especiais e caros, como cadernos especiais e agendas, para serem entregues aos clientes que se destacam.

Os brindes podem ser entregues também internamente, para funcionários em eventos corporativos. No caso dos produtores de eventos como festas, que tal criar brindes para serem entregues a algumas pessoas durante o evento ou antecipadamente, como forma de convidá-los a participar?

É possível dar estes brindes para quem comprar antecipadamente online, por exemplo, ou no caso de cursos, distribuir para  todos os participantes no momento que entram no evento ou na saída.

Por que personalizar um brinde?

Os brindes promocionais são, seguramente, uma poderosa ferramenta de marketing. Se você é um empresário, profissional liberal ou produtor de eventos, vale apostar! Pense que um brinde promove a lembrança da marca por muito tempo e ajuda a reforçar a imagem da marca na mente das pessoas. O cliente percebe no brinde  uma maneira carinhosa de agradecer aos seus clientes pela parceria, ou às pessoas que compareceram ao seu evento pela presença – além de mostrar a importância que eles têm para o seu negócio.

Além de demonstrar preocupação, os brindes são ainda uma oportunidade de agregar valor à marca, fazendo com que os clientes tenham contato com ela diariamente (por muito tempo, diga-se de passagem) e lembrem dela com muito mais frequência. É fato que os seus clientes vão associar sua marca com coisas boas, como consciência e cuidado.

Respondendo a pergunta: Os brindes aumentam as chances das pessoas voltarem a consumir sua marca, marquem uma consulta contigo ou voltarem ao seu evento.

Que tipo de brindes estão em alta em 2020?

Aposte sempre em calendários! São perfeitos para apresentar conteúdos relevantes, passar mensagens ao público nas folhas – e eles serão utilizados o ano todo, pode apostar. Pode colocar curiosidades, catálogo de produtos da sua empresa, formas de contato, história da marca e até dicas de serviços. Os calendários de folhas são ótimas ferramentas para gerar engajamento com os seus clientes.

Outra maneira de se fazer presente é através de blocos de rascunho. Os bloquinhos de anotações sempre são úteis e ninguém joga fora – usam em casa, no escritório, dão de presente, nas escolas e por aí vai! São materiais que estão em casas, escolas e escritórios.

É muito importante ter um sempre à mão, pois são perfeitos para fazer anotações com rapidez e facilidade. O mais comum é criar bloquinhos pequenos,  6,5cm x 9,5cm e 14cm x 20cm, confeccionado em papel sulfite, offset (que por sinal é parecido com o sulfite mas com melhor absorção da tinta) ou reciclato (papéis compostos por 75% de materiais reaproveitáveis, esse um pouco mais caro).Lembrando que seu custo de fabricação é baixo, mas vale fazer pesquisas..

Para quem  quer algo um pouco maior, os cadernos personalizados são itens que complementam ações de marketing e contribuem com essa construção da identidade da marca. Vai gerar empatia e engajamento com o seu público – que estarão presentes com a sua marca por muito tempo.

Sacolas em papel de qualidade, com gramatura alta, são uma alternativa bem interessante para que sua marca ande por aí. Pense na quantidade de pessoas levando sua marca pelas ruas, shoppings e lojas! É uma boa exposição, não é mesmo?  As sacolas são carregadas com os consumidores até os mais diferentes públicos.

Uma outra opção são adesivos – e quem não gosta de ganhar adesivos? Faça um adesivo personalizado, divertido, bonito, com mensagens positivas para garantir o sucesso com seus cliente. pense em algo que ele possa colar onde quiser, de qualquer tamanho, e que passe a mensagem da sua marca. É uma publicidade permanente que estará sempre visível onde menos se espera – no balcão da loja, na parede da oficina, e por aí vai.Porém atenção: para que esse brinde dure bastante tempo é importante investir em materiais de boa durabilidade.

Marcadores de páginas são úteis  e também carregam informações e imagens e podem ser usados em livros impressos, agendas e cadernos. Também podem ser usados os dois lados para impressão, com uma variedade grande de tipos de papéis, e estará sempre presente na cabeceira do seu cliente. É a última propaganda que ele vai ter contato antes de dormir. Portanto, capriche no marcador.

Como fazer uma cotação para brindes?

A organização é ideal para garantir o sucesso para a cotação de preços. Saiba sempre como escolher o melhor investimento, analise os fornecedores e as formas de logística para a decisão final – tudo pode contribuir para que o processo seja satisfatório!


Quer algumas regras? Então vamos nessa:

– Não aceite o primeiro preço que encontrar! É como qualquer outra compra. Faça  cotação de preços (que, sim, variam muito de fornecedor para fornecedor) e não caia na tentação de aproveitar a primeira oportunidade que aparecer.

Negociar com a empresa, ver a possibilidade de descontos e qual é o menor preço oferecido são armas eficientes. Anote tudo para comparar – inclusive as formas de pagamento e de que forma elas influenciam o valor final.- Faça mais de um contato. Procure diversos fornecedores para fortalecer elos. Essa é uma estratégia muito boa para reduzir preços. Averiguar a possibilidade de existirem outros abastecedores que possam atender a sua demanda é a chave de uma boa negociação futura.

Um dos principais erros cometidos é estabelecer uma relação de dependência com o mesmo provedor. Tenha outras empresas na manga no caso da gráfica fechar suas portas ou aumente seus preços.

– Padronize todos os seus orçamentos. O contato entre sua empresa e os fornecedores precisa ser formalizada e padronizada. De nada adianta fazer um orçamento de brinde em um formato na gráfica A e com outro formato na gráfica B – não vai ter como saber se o valor está de acordo por serem produtos diferentes. E tente fazer o pedido de cotação deverá ser redigido em papel timbrado, com marca d’água, caso necessário, com o nome da empresa esteja bem localizado no cabeçalho seguido do número do CNPJ, endereço e contatos. Uma dica bacana é enumerar os documentos para listar as compras e garantir um parâmetro de periodicidade.

-De olho no frete sempre. Uma cotação de preços de brindes produtiva precisa  contemplar o frete. O preço do produto pode ser atrativo, mas o frete pode encarecer tudo. Muitas gráficas possuem parques gráficos distantes e este preço será cobrado no preço final.

Como calcular a quantidade certa de brindes?

Aí vai depender do orçamento, do seu público estimado ou de seus clientes. Pense que os brindes serão distribuídos, não vendidos, portanto não pode ser uma quantidade pequena para não encalhar . Se o seu negócio for mais localizado, considere fazer na demanda de clientes – se você possui uma média de 50 clientes por dia, faça 100 brindes, por exemplo.

Onde mandar fazer brindes?

Existem diversas gráficas e empresas dedicadas a fazer esses brindes. A primeira coisa a ser feita é ter a arte do brinde. Considere contratar uma empresa de comunicação ou um designer para a criação. Ele saberá exatamente quais as medidas necessárias para cada brinde, como criar a arte final cuidando das linhas de corte, da escolha de cores, fechamento do arquivo e outros detalhes técnicos. 

Se você não possui ou não quer um profissional para desenvolver este brinde, pode optar por contratar uma empresa que faz brindes padrão. Eles pedem que envie as informações necessárias – bem como logo da empresa – e eles mesmos cuidam da arte final. Claro, peça para que enviem uma prova de como vai ficar o seu brinde. O resultado pode ser inesperado caso você não acompanhe o desenvolvimento da peça.

Nunca encare o brinde como uma despesa ou algo descartável, mas sim como um investimento importante no marketing para o seu negócio. Você já não vai gastar muito, portanto investir em uma arte própria, personalizada, portanto vale o investimento em algo único. Mas nada impede que você escolha entre vários tipos de brindes do catálogo das empresas especializadas.

Os brindes não são simples enfeites, mas produtos úteis no dia a dia de quem recebe e que ainda levam sua marca durante muito tempo.