Dicas de banners personalizados que destacam sua marca em qualquer lugar

Os banners são comuns para empresas que estão buscando maior visibilidade utilizando formatos fora do comum. Dentro da família, os mais utilizados são os formatos com números redondos, como 1m². Existem também os banners de 0,80×1,2m ou 1x1m, e os de aplicações em peças de comunicação padronizadas como outdoors (medindo 9x3m) e painéis (tamanhos variados, como 6x3m, 3,5×4,5m), e todos fazem a mesma coisa: comunicam com tamanhos gigantes qualquer negócio ou oferta.

Tudo vai  depender da área que você possui. Pode ser a recepção, uma ante-sala de um consultório, a saída de um estacionamento – depende da criatividade e do local. Tenha em conta apenas que as máquinas da gráfica tenham capacidade de tamanho da saída de impressão, pois banners maiores podem ser compostos unindo-se uma lona ou até mais. O tamanho, se levarmos em conta esta possibilidade, pode ser do tamanho que seu espaço físico tenha, bastando um pouco de matemática e capacidade de montar tudo.

Além da divulgação da sua marca, de campanhas promocionais em feiras e lojas e até apresentar novos produtos, podem ser usados como parte da decoração de festas empresariais, infantis e até mesmo em casamento (na entrada de um salão de algum restaurante) ou festa de debutantes. 

Vantagens

Precisa ser visível e se destacar onde é colocado. O banner tem a capacidade de chamar a atenção de que algo está acontecendo naquele ponto específico e conquistar o interesse das pessoas. A mensagem exposta precisa convencer e inspirar o público-alvo de primeira, ao ponto de fazer ele parar.

Precisa gerar confiança e credibilidade para se diferenciar dos concorrentes e criar a chamada alta exposição para a marca. E por ser grande, a mensagem tem que ser vista e compreendida de longe.

Na hora de pensar no texto e nas cores, leve em conta utilizar uma comunicação rápida e prática.



O material, que é uma lona especial, é  leve e de fácil manipulação. Pode ser transportado para diversos pontos sem problema algum e tem alta resistência Ou seja, dificilmente vai estragar com a ação do tempo ou por algum acidente logístico. 

Enfim, o banner é extremamente versátil, podendo ser aplicado em várias ocasiões, e tem um excelente custo-benefício.

Indicações de banners

Usar lona é o ideal – e é o usual. As lonas são compostas de PVC reforçado com tecido de poliéster, leve e flexível – e são extremamente compatíveis com diversos tipos de tintas à base de solvente, látex, cura UV e adesivos.

É importante indicar primeiro qual será o tamanho na horizontal e, em seguida, na vertical.  Existem padrões de banners que vamos explorar neste texto e deixar tudo mais claro para você:

Outdoor

É possível imprimir sua arte em lonas que se transformam em outdoors. Essas peças precisam cobrir toda a moldura do quadro e possui muitas vantagens, como  a possibilidade de reutilização dos materiais e a durabilidade do material. O papel, neste caso, sai perdendo e se desgasta fácil.

Painéis

A arte “vai pra lona” em painéis também, mas fique atento com o tamanho correto para enviar o arquivo fechado. Consulte com antecipação, pois cada gráfica tem um padrão de tamanhos específicos.

banner

Roll Up

É aquele banner com suporte fixo para prender a lona impressa. Talvez seja uma das soluções mais práticas por ser mais leve e cuja montagem é fácil. A estrutura geralmente é de alumínio, o que permite transportar sem problemas para qualquer local.  Tem uma base discreta, o que dá destaque apenas para a lona.



Este é o modelo mais comum para feiras e exposições e possui, em média, 200 cm de altura e 140 cm de largura.

X-Banner

Todos conhecem como “banner de chão” e é um pouco menor do que os outros modelos. Possui suporte em formato de X e é indicado para fazer exposição de produtos promocionais em lojas.

Flying banner

Diferente, perfeito para eventos esportivos. É comum encontrarmos em atividades na praia, como campeonatos de surf, ou no campo .

Suspenso

Outra opção para feiras e eventos, este banner pode ser visto de longe e serve como marcação para que as pessoas consigam localizar  o stand da sua empresa no meio de tantos espaços.

L banner

Parece o x-banner e o roll up, com a diferença de ocupar bem menos espaço. Como o nome já diz, tem o formato em L e é amplamente buscado por quem deseja destacar algum produto dentro da loja.

9 dicas no guia definitivo dos rótulos para o seu negócio

Está em dúvida para montar seu rótulo de forma personalizada para identificar e valorizar seus produtos?  Lembre-se que rótulos são materiais adesivos que podem ser produzidos de diferentes formas para identificar ou personalizar embalagens de produtos. Os rótulos precisam ser úteis e servem até mesmo para ações promocionais.

rotulo

O design precisa passar o conceito e os valores corporativos da companhia, para criar uma conexão com o cliente para reforçar sua imagem e agregar seus valores no que está sendo vendido.

O rótulo perfeito precisa passar pela escolha das cores e elaboração da logo, gerando confiança e reconhecimento imediato. Vale lembrar que o rótulo precisa estar alinhado com a sua estratégia de marketing que deve ser aplicada a todas as peças (sua loja online, catálogos, cardápios, folders, etc)  Importante reforçar que todos os materiais impressos devem ter a mesma identidade para ter uma ferramenta de comunicação  global com seus clientes. É a melhor forma de fortalecer seu posicionamento no mercado.

Pense em como o rótulo afetará as pessoas, seus clientes e futuros clientes reagirão quando entrarem em contato com seu produto. Construa um relacionamento claro com o seu público com uma marca de forte impacto.

Design vale ouro

As ideias simples são as que atingem com mais facilidade seu objetivo. Por isso, tente valorizar uma cartela de cores que tenha seu ramo de atividade  para reforçar a identidade de sua empresa.

A logo e as informações de contato da sua loja precisam ser bem visíveis, porém limpo o bastante para que o cliente sinta-se confortável para ler o que está ali. 

Sustentabilidade

Use a identidade visual para incentivar seus clientes na sustentabilidade. Uma dica é evitar o desperdício, jogar lixo nas ruas e encorajar a reciclagem de materiais.

rótulo sustentabilidade

Esteja atualizado

Sua empresa tem que estar se reinventando – e com internet e as tendências se multiplicam todos os dias, os códigos visuais passaram a ter relevância. Se você já tem uma marca consolidada, apenas atualize sem perder a sua essência, mantendo a base das cores originais com a logo modernizada e novos formatos de impressos.

Evite utilizar imagens, preenchimentos ou contornos em RGB
Prefira o sistema de cores CMYK (em português: C Ciano, M Magenta, Y Amarelo e K Preto, as cores subtrativas). Impressão em RGB (R Vermelho, G Verde, B Azul) são, na hora,  convertidas pelo software automaticamente para CMYK, e essa conversão não será fiel. Lembre-se que as cores alcançada pelo RGB é maior do que no CMYK.

Nunca use imagens em baixa resolução

Imagens descarregadas na internet não trazem bons resultados. A resolução de 72 dpi foi criada para facilitar a navegação e melhorar a visualização em ecrãs, mas a qualidade necessária para uma boa impressão é de 300 dpi para não perder a definição. A imagem ficará desfocada ou “pixelizada” .

baixa resolução

Mas vamos imaginar não haver essa alternativa, o que fazer?

Em último caso, com uma imagem em 72 dpi, importe para o software de edição (Photoshop, illustrator, Corel..) e reduza a imagem para 24% do tamanho original, ou seja, se a imagem tiver 10 cm o tamanho máximo que você poderá utilizá-la é 2,4cm. É um último recurso para tentar manter alguma qualidade de impressão.  Mas fique atento com o padrão de cor utilizado na internet (RGB)

Edição gráfica

Tenha em mente que WORD, POWER POINT e EXCEL não servem como programas de edição gráfica por serem incapazes de aplicar CMYK com controle de resolução das imagens. Não é bom gerar a arte para impressão a partir destes programas. Seu designer vai indicar o que deve ser feito.

powerpoint

Margem de segurança
Imagens e textos não devem ficar além da linha de corte mínima de 3mm da borda do papel. Existem pequenas oscilações no corte, então fique atento com a distância ser a mais segura possível.

Leia tudo várias vezes
Não tenha pressa em ler e reler os textos digitados no seu rótulo. Qualquer  pequeno erro de português vai deixar a sua imagem perante os consumidores péssima. Vale imprimir um modelo no tamanho original e ler até não encontrar nenhum equívoco. Diferente da internet, não tem como arrumar esses erros depois.

Curvas
Transforme os textos em curvas quando enviar o rótulo final! Em seguida, faça uma busca automática para se certificar que não ficou nada faltando para evitar a troca da fonte acidental. O texto vai se manter no mesmo formato o tempo todo, evitando que mude por acidente ou por falta de fonte na máquina. O melhor é enviar o seu rótulo como PDF.

Preparando o rótulo de acordo com seu posicionamento
Para conquistar seu cliente, a maior preocupação é desenvolver bons produtos, ser inovador, escolher boas matérias-primas e estar atento ao que os seus concorrentes estão entregando. No mercado bastante competitivo, fazer a diferença é essencial para garantir a venda e o rótulo vai ser a peça fundamental.

Analise como seu rótulo vai impactar clientes,  para criar uma percepção positiva de seu negócio. A apresentação precisa destacar essas características de agregar valor e favorecer o negócio. A embalagem personalizada transmite a essência da sua marca e da sua empresa.

Impacto no consumidor

Não tem como escapar do fato de que a impressão do consumidor acontece quando ele se depara com um rótulo bonito e informativo na hora da compra. Pense que a imagem da marca e da empresa também são analisadas por meio da embalagem, gerando conexão entre marca e  cliente – a chamada afinidade.

consumidor

Investimento na personalização do rótulo é parte dos custos do desenvolvimento do produto. Portanto, para criar uma embalagem, pense  na proteção do conteúdo, nos tamanhos, nos formatos e nos materiais utilizados. Dependendo do projeto, a sua decisão pode aumentar os custos de produção – ainda mais se a sua produção não for em larga escala, sem um volume grande para ser fabricado e, principalmente,  se precisar personalizar várias embalagens diferentes.

Personalizar os rótulos
Crie embalagens que transmitam a sua identidade para os consumidores, a ponto de encantar quem estive segurando seu produto. O rótulo pode ser pensado para um modelo de embalagem único, sem impressões, deixando a personalização na conta dos rótulos. Lembre-se de que rótulos são uma forma muito eficiente de customizar embalagens.

Mercado tem opções diversas?
Muitas. Diversos formatos, cortes e acabamentos estão disponíveis, desde que você consiga deixar claro todas as informações relevantes para os clientes.O desafio é: como criar um rótulo que informe e seja bonito?

Quem vai produzir seus rótulos precisa ser confiável e estar disposto a te ajuda, te ouvir e apresentar a melhor solução.

Uma ideia é criar rótulos adesivos para dividir as tiragens em modelos específicos, de acordo com seus produtos. Um rótulo específico para o produto traz beleza e influencia na decisão de compra.

Use rótulos para comunicar as características mais marcantes de sua empresa (sustentável, preocupada com a logística reversa, etc), exaltar diferenciais (se é feito com ingredientes nacionais), criar campanhas promocionais ou ofertas específicas.

Um bom trabalho com o rótulo vai fidelizar ainda mais os consumidores e incentivar a recompra. Ou seja, vai aumentar seu faturamento.

Quais os rótulos do mercado?

Papel couché Material de baixo custo, com brilho natural capazes de destacar a impressão digital com qualidade superior aos papeis comuns como o offset. Cuidado: o couché é um material é sensível à água, ou seja, nem pense em criar um rótulo se seu produto ficar expostos à umidade.

Rótulo adesivoColado sobre a superfície da embalagem, o adesivo tem grande aderência em diferentes bases e pode ser produzido tanto em material opaco quanto transparente. É versátil e adaptável com qualquer produto. 

VinilFosco ou com brilho? Tanto faz, a questão é que o vinil é um dos produtos mais resistentes do mercado de rótulos, podendo ficar exposto a diversas condições climáticas sem desbotar ou se desintegrar. Contém contenção contra luz, o que faz dele uma boa escolha para rotular produtos sensíveis à iluminação.

Poliéster transparente – Vale para embalagem transparente, é uma boa dica para marcas que querem deixar o conteúdo “à vista”, com todas as informações destacadas sem cobrir a visão do que está sendo vendido.

Filme BOPP – Polipropileno : uma das escolhas mais populares quando se fala em alta resistência à umidade. Este rótulo garante melhor aderência da tinta na impressão digital e pode ser transparente, brilhante, fosco ou metalizado. Ah, mas não há qualquer elasticidade, ou seja, só pode ser aplicado em embalagens duras como como vidros e plásticos duros.

Manga – Abraça e envolve a embalagem de um lado ao outro. Ele é feito em Polietileno de Baixa Densidade Linear, por isso também é conhecido pela sigla PEBDL.

Alimentício e bebidas

Fique de olho na resistência. Tem produtos que podem ficar expostos a condições extremas como calor, frio e umidade intensos. Neste caso, seus rótulos precisam ser altamente resistentes para enfrentar as adversidades sem descolar da embalagem, desintegrar ou desbotar.


O rótulo de alimento não pode alterar o odor ou sabor do conteúdo, portanto fique atento.

Legislação sanitária
Os rótulos dos produtos alimentícios precisam informar os seguintes itens:
– Nome descritivo do conteúdo;
– Seu peso;
– Quais ingredientes fazem parte da composição;
Qual a data de fabricação e de validade;
– Qual seu lote;
– A tabela nutricional e quais substâncias potencialmente alérgicas (precisa estar em destaque);
–  Instruções/sugestões de preparo/consumo;
– Onde foi produzido;
– Como precisa ser armazenamento/
– Razão social e endereço das empresas envolvidas;
– Mostrar de forma clara quando não for recomendado para grupos específicos;
– Nas bebidas alcoólicas, a famosa orientação para ingerir com moderação e nunca antes de dirigir.

Produtos de Limpeza

Rótulos dos produtos de limpeza ficam expostos à umidade constante, eles também podem acabar em contato com o próprio produto. Isso é um risco pelo perigo da reação química e gerar   acidentes domésticos (alergias e intoxicação).



Pense em criar rótulo que aguentem umidade e contato com agentes químicos.

Legislação para produtos de limpeza
Assim como os rótulos de produtos de alimentação, aqui temos
– Nome descritivo do conteúdo, seu peso e ingredientes presentes na composição;
– Qual a data de fabricação, de validade e seu lote de origem;
– Quem é o químico responsável;
– Todas as instruções em caso de alergia, ingestão ou contato acidental com pele, olhos e outras áreas sensíveis;
– Qual o contato do centro de intoxicações mais próximo ou similar;
– Instruções/sugestões clara de uso;
– Qual o local de origem;
– Como se deve armazenar;
– Qual a razão social e endereço de quem fabricou;
– A famosa orientação para ser mantido fora do alcance de crianças e animais domésticos;
– Alerta de “inflamável” para produtos que tenham esse risco.

Produtos de cosméticos e higiene

 Rótulos de cosméticos como os xampus, condicionadores e sabonetes líquidos também podem ficar bastante expostos à umidade, principalmente o banheiro. Opte por um rótulo feito com material resistente à água  – e no caso dos produtos de limpeza, cosméticos também (passíveis de causar alergias) deixe claro as informações presentes no rótulo de forma legível.

Os rótulos dos produtos cosméticos precisam informar:

– Nome descritivo do conteúdo, seu peso e ingredientes presentes na composição;
– Indicar qual a finalidade (cabelo, pele, etc);
– Qual a data de fabricação, de validade e qual o lote;
– Quem é o fármaco responsável;
– Todas as Instruções em caso de alergia, ingestão ou contato acidental com áreas não recomendadas para o produto;
– Instruções e sugestões de uso;
– Qual o local de origem e como se deve armazenar;
– Razão social e endereço de quem fez o produto;
– Orientação clara para ser mantido fora do alcance de crianças e animais domésticos.